Mercado deve resgatar cautela


Enquanto Estados Unidos e México precisam avançar na questão da imigração ilegal para impedir uma nova fronteira da guerra comercial, mais um banco central pode entrar hoje para a lista de discussão do mercado financeiro em relação à queda dos juros. Desta vez, os estímulos monetários podem chegar à zona do euro. A decisão do Banco Central Europeu, às 8h45, é o destaque da agenda econômica do dia, que está esvaziada no Brasil.

Com isso, os negócios locais devem ficar mais reféns do cenário externo e também do front político, após o adiamento de votações importantes no Congresso. Ontem, o mercado doméstico interrompeu a melhora na dinâmica dos ativos, que vinha sendo observada desde meados de maio, período em que o dólar saiu da casa de R$ 4,10 e veio abaixo de R$ 3,90, e Ibovespa disparou, após bater a mínima do ano, abaixo dos 90 mil pontos.

Para ler a íntegra do texto, acesse A Bula do Mercado no site Seu Dinheiro.

#Congresso #reformas #Previdência #Bolsonaro #guerracomercial #Trump #Mexico #China

Posts Destacados
Posts Recentes
Posts Relacionados