Guerra comercial esfria, em dia de BCE


O mercado financeiro dá boas-vindas à decisão de ontem à noite do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de adiar para 15 de outubro a sobretaxa de 30% em U$ 250 bilhões de produtos chineses. O gesto de boa vontade foi feito após a China isentar alguns produtos da lista de tarifas que entram em vigor no dia 17 e cria vibrações positivas para as negociações comerciais, agendadas para o início do mês que vem, resgatando o apetite por risco. Mas o dia ainda reserva a decisão do Banco Central Europeu (BCE).

Enquanto esperam por um grande pacote de estímulos monetários na zona do euro, os investidores respiram aliviados com o esfriamento da guerra comercial entre EUA e China. Em mensagem pelo Twitter, Trump afirmou que, atendendo a um pedido do vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, e em respeito às celebrações dos 70 anos da Revolução Comunista na China, no início do mês que vem, houve um acordo em transferir o aumento de 25% para 30% de 1º para 15 de outubro.

Para ler a íntegra do texto, acesse A Bula do Mercado no site Seu Dinheiro.

#Trump #guerracomercial #China #BCE #FederalReserve #Fed

Posts Destacados
Posts Recentes
Posts Relacionados

Inscreva-se 

Receba as principais notícias por e-mail.

 

Por favor, insira um email válido

  • Facebook Long Shadow
  • LinkedIn Long Shadow

© 2015  Olívia Bulla By ImageLab.