China reforça temor de desaceleração global

14.01.2019

 
Os riscos à economia global, relacionados à guerra comercial e à paralisação do governo norte-americano, ainda persistem, sedimentando a postura defensiva dos investidores. O mercado financeiro inicia a semana no vermelho, após dados fracos da balança comercial chinesa em dezembro, enquanto o shutdown quebra recorde e entra no 24º dia. Por aqui, Guedes entrega a reforma da Previdência.

 

As exportações e as importações chinesas caíram em dezembro, em -4,4% e -7,6%, em termos dolarizados, no pior resultado desde 2016 e contrariando a previsão de altas de 3% e 5%. Ainda assim, o superávit comercial da China alcançou US$ 57,06 bilhões no mês passado, praticamente dentro do esperado. Já no acumulado de 2018, o saldo ficou positivo em US$ 351,8 bilhões, com alta de 9,9% das vendas externas e de +15,8% das compras feitas no exterior, também em dólares.

 

Para ler a íntegra do texto, acesse: https://goo.gl/9F6EYt

 

*O conteúdo produzido é para veiculação exclusiva no Seu Dinheiro, ficando vedada a sua reprodução por terceiros

 

Please reload

Posts Destacados

Mercado evita estresse na sexta-feira

23.10.2020

1/9
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Posts Relacionados
Please reload

Inscreva-se 

Receba as principais notícias por e-mail.

 

Por favor, insira um email válido

  • Facebook Long Shadow
  • LinkedIn Long Shadow

© 2015  Olívia Bulla By ImageLab.