China eleva temor de desaceleração global

08.03.2019

 

Bastou uma fala do presidente Jair Bolsonaro ontem sobre a reforma da Previdência - a primeira sobre o tema desde a entrega da proposta, em 20 de fevereiro - para o mercado financeiro brasileiro retomar a confiança em relação à aprovação de novas regras para aposentadoria. Mas será preciso mais que isso para resgatar o otimismo nos negócios locais, em meio a um ambiente externo preocupado com o crescimento econômico global.

 

A inesperada queda de 20,7% nas exportações da balança comercial da China em fevereiro provoca uma aversão ao risco nos mercados internacionais nesta manhã, sendo que as perdas são conduzidas pelo tombo de 4,4% na Bolsa de Xangai. Trata-se do maior recuo diário da bolsa chinesa neste ano, que prejudicou o desempenho dos demais mercados na Ásia e contamina os ativos no Ocidente. Os índices futuros das bolsas de Nova York caem.  

 

Para ler a íntegra do texto, acesse A Bula do Mercado no site Seu Dinheiro.

 

 

 

Please reload

Posts Destacados

Mercado tenta evitar risco de contágio

22.01.2020

1/7
Please reload

Posts Recentes

15.01.2020

Please reload

Posts Relacionados
Please reload

Inscreva-se 

Receba as principais notícias por e-mail.

 

  • Facebook Long Shadow
  • LinkedIn Long Shadow

Por favor, insira um email válido

© 2015  Olívia Bulla By ImageLab.