Mercado na corda-bamba


O presidente Jair Bolsonaro tinha 45 minutos reservados para falar na abertura do fórum econômico em Davos. Esperava-se que o discurso durasse ao menos meia hora. Mas não chegou nem a dez. A mensagem genérica e previsível, sem detalhar como planeja estabilizar as contas públicas, frustrou, em partes, o mercado financeiro brasileiro.

Ao final da sessão de ontem, a Bolsa brasileira registrou a maior queda neste ano, de quase 1%, mas segurou-se nos 95 mil pontos, ao passo que o dólar voltou à marca de R$ 3,80, no maior nível em de 2019. Houve, sim, grande influência do ambiente externo cada vez mais preocupado com a desaceleração econômica global e com a guerra comercial.

Para ler a íntegra do texto, acesse: https://goo.gl/6YYJW1

*O conteúdo produzido é para veiculação exclusiva no Seu Dinheiro, ficando vedada a sua reprodução por terceiros

#Davos #Bolsonaro #PauloGuedes #reformas #Previdencia #guerracomercial #Trump #China

Posts Destacados
Posts Recentes
Posts Relacionados

Inscreva-se 

Receba as principais notícias por e-mail.

 

Por favor, insira um email válido

  • Facebook Long Shadow
  • LinkedIn Long Shadow

© 2015  Olívia Bulla By ImageLab.